A042 - Como medir processos logísticos

Como medir o processo logístico

Diz a máxima que somente aquilo que é medido pode ser gerenciado. Dessa forma, um dos grandes desafios para as empresas de logística é identificar as melhores maneiras de reduzir a maior quantidade de custos possível mantendo a qualidade do serviço. Para essa finalidade são utilizados os Indicadores de Desempenho, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators), que nada mais são que métricas quantitativas capazes de medir o nível de serviço e os resultados da performance dos mais variados processos logísticos, a depender da característica do negócio. Isso significa que um mesmo indicador pode ser crucial em uma atividade e completamente irrelevante em outra.

Além da necessidade de se alinharem ao empreendimento, para que indicadores sejam utilizados da maneira adequada no setor logístico, eles precisam ser de fácil entendimento e devem levar em consideração fatores como o transporte, o estoque e a segurança da carga.

 

Tipos de Indicadores de Desempenho em logística

Na área logística, os KPIs de desempenho costumam ser classificados em três categorias:

  • Indicadores de custos: são aqueles que devem monitorar os custos com transporte, estoques, logística reversa, movimentação e armazenamento de produtos e materiais, etc.
  • Indicadores de conformidade do processo: procuram monitorar os fatores mais importantes e as incertezas relevantes para o resultado de determinado procedimento. Dentre estes indicadores estão o cumprimento do prazo de entrega, a produtividade da carga e descarga, o nível de acerto na conferência de materiais recebidos, entre outros.
  • Indicadores de serviços: usados para revelar a performance do processo, como a acuracidade do inventário, e acompanhamento do resultado final.

 

Vantagens da medição dos processos logísticos

Como já vimos, para que os indicadores sejam úteis no aprimoramento de resultados e na redução de gastos, eles devem ser relevantes às estratégias da atividade logística. Quando bem utilizados, trazem inúmeras vantagens. Veja as principais a seguir:

 

Auxílio na tomada de decisões importantes

Os KPIs fornecem dados que irão auxiliar o gestor a mensurar a dimensão de problemas e a identificar os processos que devem ser mudados e os que podem ser mantidos. Dessa forma, é possível tomar decisões mais precisas e otimizar a aplicação dos recursos.

 

Detecção de gargalos de produção

Através de indicadores como os que avaliam o nível de serviço de entregas e o lead time do pedido (o intervalo entre o recebimento de um pedido e sua entrega ao cliente), é possível controlar não apenas a gestão do transporte, identificando a taxa das entregas efetuadas dentro do prazo e das entregas atrasadas, como também as falhas nos processos internos da empresa. Assim, o gestor é capaz de detectar quando o gargalo se encontra no processo de entregas – como rotas mal planejadas, atendimento insuficiente da área, ineficiência de transportadoras terceirizadas etc. –, ou quando está localizado em outros setores, como o estoque, solucionando o problema com eficiência.

 

Diminuição de prejuízos

Indicadores de Desempenho ajudam a diminuir o risco de prejuízos com avarias e extravios, roubos de carga e desvios. Através do acompanhamento de informações como o índice de avarias e extravios, por exemplo, é possível identificar se os problemas com a carga acontecem dentro da empresa ou durante o transporte, o que auxilia o gestor a encontrar soluções para corrigir as falhas, melhorar o planejamento e tornar os processos logísticos mais seguros.

Podemos perceber como a medição constante do desempenho dos processos logísticos é fundamental para a elaboração de um planejamento eficiente, capaz de otimizar os recursos e encontrar soluções imediatas para as falhas detectadas. Com o uso de indicadores, a empresa garante a qualidade do serviço prestado e conquista a satisfação dos clientes.

Fontes: Guia do TRC e GS1 Brasil


É uma empresa homologada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)

como Administradora de Meios de Pagamento para Frete e Vale-Pedágio. Através do Sistema Pamcard, oferece a mais completa solução de pagamento eletrônico incluindo o Vale-Abastecimento e as despesas de viagem.

A Roadcard Soluções Integradas em Meios de Pagamento S/A foi criada em 2011.

Contato

  • Avenida Chedid Jafet 222 - Edifício Millenium - Bloco B, Conj.11 - 1º Andar – SP Caixa Postal 12.345 - São Paulo/SP - CEP 04551-065 - Vila Olímpia
  • sac.pamcard@roadcard.com.br
  • 0800 726 2279

MMCafé