A023 - Diabetes

Saúde do caminhoneiro: prevenindo a diabetes

A diabetes é uma doença crônica que acontece quando o pâncreas se torna incapaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo. Quando há falta deste hormônio, ou quando ele não age corretamente, ocorre um aumento da glicose no sangue, o que leva à diabetes.

 

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) estima que 12 milhões de pessoas tenham a doença e que metade delas não saiba disso, já que a diabetes é silenciosa – em sua fase inicial, os sintomas podem ser imperceptíveis. Dessa forma, essas pessoas não fazem o controle adequado da doença e acabam por descobri-la somente quando já estão em estágio está avançado.

 

O caminhoneiro que está com diabetes sem saber pode sofrer um mal súbito ao volante e acabar se envolvendo em acidentes. A longo prazo, o problema é mais grave e inclui perda da visão, insuficiência renal e problemas circulatórios, podendo chegar até à amputação dos membros. Por isso, é necessário prestar atenção aos sintomas do corpo, que incluem:

 

  • Sensação de boca seca;
  • Sede excessiva;
  • Urinar a toda hora, principalmente durante a noite;
  • Sensação de mal-estar sem motivo aparente;
  • Cansaço;
  • Fome frequente;
  • Visão embaçada;
  • Perda de peso;
  • Cicatrização lenta;
  • Infecções;
  • Pés diabéticos (pouca sensibilidade nos nervos periféricos, prejudicando as sensações de dor, frio e vibrações). Estes se manifestam nos casos mais avançados da doença, principalmente quando ela não está sendo controlada corretamente.

 

Principais causas e fatores de risco

Ao contrário do que muita gente acredita, a causa da diabetes não se restringe apenas a uma alimentação baseada em excesso de açúcar. Segundo um alerta da SBD, os principais fatores para a doença são a obesidade e a predisposição genética. Assim, o motorista que tiver alguém na família com a doença, principalmente pais ou irmãos, deve redobrar seus cuidados.

 

Mas atenção: mesmo pessoas magras podem desenvolver a doença, que também está ligada a agentes como hábitos de vida prejudiciais, hipertensão e idade avançada. Dentre os fatores de risco para o aparecimento da diabetes, os principais são:

 

  • Obesidade, principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura;
  • Alcoolismo;
  • Estresse;
  • Sedentarismo;
  • Herança genética e história familiar;
  • Ingestão de açúcar e gordura em excesso;
  • Idade;
  • Hipertensão;
  • Histórico de doença cardiovascular prévia;
  • Pré-diabetes (diminuição da tolerância à glicose ou glicose de jejum alterada)

 

Prevenindo a diabetes

A prevenção da diabetes para quem convive com um ou mais fatores de risco inclui a adoção de um estilo de vida saudável e visitas regulares ao médico. O mais importante é manter atenção aos seguintes pontos:

 

  • Peso: Perder cerca de 10 a 15% do peso em excesso ajuda a prevenir ou retardar o desenvolvimento da diabetes. Isto pode ser alcançado com uma dieta equilibrada e atividade física.
  • Atividade física: Se manter ativo ajuda tanto no controle do peso como também evita o aumento de açúcar no sangue. E para se movimentar não precisa muito: investir em caminhadas e trocar o elevador pela escada comum já faz grande diferença. Especialistas também recomendam meia hora de atividade moderada, três vezes por semana.
  • Pare de fumar: O hábito de fumar aumenta o risco de diabetes, já que o tabaco interfere na forma como a insulina atua no organismo.

 

Descobrindo a doença

O diagnóstico de diabetes acontece quando o nível de açúcar no sangue está muito alto, acima de 126mg/dl. Entre 100 mg/dl e 126 mg/dl significa um quadro de pré-diabetes que pode ser revertido.

 

Para avaliar esses níveis, é preciso fazer o teste de glicemia, que tira sangue da ponta do dedo e pode ser feito em laboratórios ou qualquer posto de saúde. Por isso, não deixe de procurar um clínico geral ou endocrinologista para avaliar sua saúde e iniciar o tratamento o quanto antes, caso seja diagnosticado com a doença.

 


É uma empresa homologada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)

como Administradora de Meios de Pagamento para Frete e Vale-Pedágio. Através do Sistema Pamcard, oferece a mais completa solução de pagamento eletrônico incluindo o Vale-Abastecimento e as despesas de viagem.

A Roadcard Soluções Integradas em Meios de Pagamento S/A foi criada em 2011.

Contato

  • Avenida Chedid Jafet 222 - Edifício Millenium - Bloco B, Conj.11 - 1º Andar – SP Caixa Postal 12.345 - São Paulo/SP - CEP 04551-065 - Vila Olímpia
  • sac.pamcard@roadcard.com.br
  • 0800 726 2279

MMCafé