Você conhece a importância do Tacógrafo?

Você conhece a importância do Tacógrafo?

O tacógrafo ou cronotacógrafo é um equipamento obrigatório para os veículos de carga ou passageiros que registra instantânea e inalteravelmente a velocidade e o tempo do meio de transporte. A exigência do aparelho e a fiscalização do mesmo são disciplinados pelo Código de Trânsito Brasileiro e por demais resoluções.

Ele indica e registra, de forma simultânea, inalterável e instantânea a velocidade e a distância percorrida pelo veículo em função do tempo decorrido. Deste modo podem-se obter dados como o tempo de trabalho do motorista, de parada e o que ele permaneceu dirigindo. O cronotacógrafo é exigido por lei nos veículos de carga com peso bruto acima de 4.563 quilogramas e em veículos de passageiros com mais de 10 lugares.

Dentro do aparelho é colocado um disco diagrama que registra dados importantes, como as velocidades desenvolvidas pelo veículo, intervalos de tempo parado, deslocamento e distâncias percorridas. Todas as informações contidas no diafragma são aceitas e utilizadas legalmente em caso de acidentes ou denúncias de má condução do veículo.

Especificações

Conforme o portal O Carreteiro, o diafragma deve ser trocado a cada 24 horas – disco diário – ou sete dias – disco semanal –. Ambos contêm áreas específicas para registro de velocidade, distância percorrida e tempo.  No centro do aparelho há espaço para o nome do condutor, local, data de início e término de percurso, identificação do veículo, início e fim da indicação do hodômetro e número da portaria de aprovação do modelo.

Outros dados também são necessários, como marca ou nome do fabricante, velocidade máxima de registro, código de aprovação de modelo e número de portarias. Além dos dados, é necessário que o INMETRO ou entidade credenciada inspecionem o aparelho e atestem periodicamente as condições de funcionamento do mesmo.

Ainda de acordo com o portal O Carreteiro, a fiscalização é feita por um policial, que verifica se o tacógrafo está aprovado pelo INMETRO ou empresa credenciada. A ação pode ser executa pessoalmente, analisando o próprio aparelho ou através da internet. O tacógrafo, além de permitir que o motorista prove que está trabalhando dentro da lei, também impede que transportadoras não obedeçam às mesmas regras, trazendo mais segurança na estrada para todos.

 

Fonte: Portal O Carreteiro


MMCafé