ANTT publica editais de concessão de mais dois lotes de rodovias

ANTT publica editais de concessão de mais dois lotes de rodovias

 

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira (18/10) os editais de concessão de mais dois trechos de rodovias do Programa de Investimentos em Logística: BR-163/MT e BR-060/153/262/DF/GO. O trecho da rodovia mato-grossense irá a leilão no próximo dia 27 de novembro, e o trecho BR-060/153/262/DF/GO será leiloado em 4 de dezembro deste ano.

A concessão consiste na exploração por 30 anos da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade das rodovias.  A Taxa Interna de Retorno estabelecida é de 7,20 %. A cobrança da tarifa de pedágio somente poderá ter início após a conclusão dos trabalhos iniciais no sistema rodoviário e a execução de 10% das obras de duplicação.

BR-163/MT – A BR-163/MT será concedida no trecho de 850 quilômetros de extensão que vai da divisa com o estado do Mato Grosso do Sul até o entroncamento com a rodovia MT 220. O trecho passa por 19 municípios do Mato Grosso: Acorizal, Campo Verde, Cuiabá, Diamantino, Itiquira, Jaciara, Jangada, Juscimeira, Lucas do Rio Verde, Nobres, Nova Mutum, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leverger, São Pedro da Cipa, Sinop, Sorriso, Várzea Grande e Vera.

 

No Praça KM Tarifa Teto
 
(R$)
1 Itiquira 38/MT 4,8
2 Rondonópolis 138/MT 5,5
3 Campo 237/MT 4,5
Verde/Santo Antonio de Leverger
4 Cuiabá/ 300/MT 4,4
Santo Antonio de Leverger
5 Acorizal/Jangada 402/MT 5,9
6 Diamantino 515/MT 5
7 Nova 582/MT 4,1
Mutum
8 Lucas 667/MT 5,2
do Rio Verde
9 Sorriso 772/MT 7,5

 

 

Estima-se que o concessionário investirá cerca de R$ 4,6 bilhões em 30 anos, dos quais 2,38 bilhões deverão ser investidos nos primeiros cinco anos. A tarifa-teto por quilômetro estabelecida no edital é de R$ 0,0550. Estão previstas nove praças de pedágio com as seguintes tarifas-teto:

BR-060/153/262/DF/GO – A extensão do lote BR-060-153-262 DF/GO/MG é de 1.176,50 quilômetros. Trata-se de 630,20 quilômetros da BR-060 e da BR 153 – desde o entroncamento com a BR-251, no Distrito Federal, até a divisa dos estados de

Minas Gerais e São Paulo – somados a 546,30 quilômetros da BR-262 – do entroncamento com a BR-153 ao entroncamento com a BR-381 em Minas Gerais. Além de Brasília, outros 46 municípios serão beneficiados em Goiás e em Minas Gerais.

Estima-se que o concessionário investirá cerca de R$ 7,15 bilhões em 30 anos, dos quais R$ 3,98 bilhões deverão ser investidos nos primeiros cinco anos. A tarifa-teto por quilômetro estabelecida no edital é de R$ 0,0594. Estão previstas onze praças de pedágio com as seguintes tarifas-teto:

 

No Praça KM Tarifa Teto
(R$)
1 Alexânia 43 da 060/GO 6,3
2 Goianápolis 459 da 153/GO 4,7
3 Piracanjuba  551 da 153/GO 6,8
Professor Jamil
4 Itumbiara 687 da 153/GO 8,2
5 Prata 123 da 153/MG 7,2
6 Fronteira / Frutal 226 da 153/MG 4,3
7 Florestal / Pará de Minas 391 da 262/MG 5,9
8 Luz 514 da 262/MG 6,1
9 Campos Altos 596 da 262/MG 6,5
10 Perdizes 732 da 262/MG 7,7
11 Campo Florido  861 da 262/MG 6,3
Conceição das Alagoas / Veríssimo

 

Fonte: Ministério dos Transportes


MMCafé