Custo logístico consome mais de 10% do PIB

Custo logístico consome mais de 10% do PIB

O custo logístico brasileiro (somando transporte, estoque, armazenagem e serviços administrativos) consumiu cerca de 12,7% do PIB – Produto Interno Bruto -. O índice cresceu em 2015, em comparação com 2014, quando o custo foi de 12,1%, equivalendo a R$ 749 bilhões, os números elevados impactam diretamente na competitividade da produção brasileira. Nos Estados Unidos, por exemplo, o custo logístico utiliza 7,8% do PIB, segundo dados do Blog do Caminhoneiro.

No Brasil, a maior parte do custo é composta pelo transporte em si, que utiliza 6,8% do PIB (aproximadamente R$ 401 bilhões), seguidos pelo custo com estoque (4,5% do PIB – R$ 218 bilhões), armazenagem (R$ 0,9% - R$ 53 bilhões) e administrativo (0,5% do PIB – R$ 27 bilhões).

Ainda conforme o Blog do Caminhoneiro, a principal razão do aumento dos custos entre 2014 e 2015, foi a elevação das despesas com os estoques em 0,6% resultantes da crise econômica.  Agora, a economia começa a dar singelos sinais de recuperação, fazendo necessário o planejamento e a viabilização de projetos para melhorar a logística no país.

Os primeiros passos em direção a esta melhoria já foram dados com a criação do PPI – Programa de Parcerias de Investimentos -. O setor logístico brasileiro está em constante evolução, hoje 65% da produção é descolada pelo sistema rodoviário, 20% por trens, 12% pelo transporte aquaviário, 3% pelo dutoviário e 0,1% pelo aéreo.

 

Fonte: Blog do Caminhoneiro


MMCafé