parceiros.jpg

A Visa é uma companhia global de tecnologia de pagamento que conecta consumidores, empresas, instituições financeiras e governos em mais de 200 países e territórios com uma moeda digital rápida, segura e confiável. Essa moeda digital tem o suporte de uma das redes de processamento mais avançadas do mundo - a VisaNet - capaz de processar mais de 20 mil transações por segundo, oferecendo proteção contra fraudes para os consumidores e garantia de recebimento ao comércio. As inovações da Visa permitem que as instituições financeiras clientes ofereçam mais opções aos consumidores finais: pagar na hora com débito adiantado,  pré-pago ou com produtos de crédito.

 

 
A Associação das Administradoras de Meios de Pagamento Eletrônico de Frete ( Ampef) tem como principal objetivo reunir e representar as empresas dedicadas à administração de meios de pagamento eletrônico de frete que estão regularmente habilitadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e operam nesse mercado. Fundada e sediada em Brasília (DF) para facilitar a interlocução e o relacionamento com órgãos governamentais envolvidos com o setor, principalmente com a ANTT e com o Ministério dos Transportes. Também trabalha para ampliar o diálogo com outras entidades representativas do segmento de transporte e das demais atividades econômicas e profissionais.
 
 
 
A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)  é responsável pela reestruturação dos transportes e pela concessão de rodovias, ferrovias, dutos e transporte ferroviário no Brasil. A agência também absorveu as responsabilidades de concessão do extinto DNER, atual DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e atua ainda no setor multimodal. A respeito das ferrovias, o objetivo da instituição é explorar a infraestrutura ferroviária, ampliar a prestação de serviços de cargas e para passageiros. Além de conceder ferrovias, rodovias e transporte ferroviário, o órgão também é responsável pela permissão de transporte coletivo regular de passageiros; e pela autorização de transporte de passageiros por empresa de turismo e sob regime de fretamento, transporte internacional de cargas, transporte multimodal e terminais.
 
 
 
 
Fundada em 1998 pelo ex-transportador José Araújo "China" da Silva, a UNICAM (União Nacional dos Caminhoneiros) atua junto à categoria em todo o território nacional. Tem como principal objetivo lutar pelos direitos, interesses e tudo aquilo que se refere à atividade dos caminhoneiros autônomos e microempresários. Durante esse período, a entidade já obteve resultados importantes para a categoria como, por exemplo, a aprovação da Lei que acaba com a carta-frete; o auxilio no desenvolvimento do programa procaminhoneiro; a criação de uma câmara temática para o setor; a aprovação da Lei 11.442, que disciplina o setor de transporte; a aprovação da Lei 2.660, de tempo de direção e a aprovação da Lei 187, referente ao roubo de carga.
 
 
 
Entidade civil sem fins lucrativos, o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo ( Sindicam-SP), é o órgão máximo de representação dos Caminhoneiros no estado. A entidade tem por objetivos a defesa dos direitos da categoria e a luta por melhores condições de vida, trabalho e remuneração para seus integrantes. O Sindicam-SP é membro permanente de vários grupos de trabalho e estudos que tratam do transporte rodoviário de cargas. O Sindicam-SP representa aproximadamente 260 mil caminhoneiros, mantém em seus cadastros mais de 20 mil profissionais. Atende a aproximadamente 350 caminhoneiros/mês, encaminhando-os para os mais variados serviços. O Sindicam-SP vive exclusivamente da contribuição dos sócios e de verbas obtidas junto a parceiros comerciais, em seus vários projetos.
 
 
 
A Confederação Nacional do Transporte (CNT) tem como missão atuar na defesa dos interesses do setor de transportes. Sediada em Brasília (DF), a instituição coordena e defende nacionalmente o setor em todos os fóruns de discussão, tanto na esfera pública quanto no âmbito privado. Atua também no sentido de estimular e apoiar a integração entre os modais rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo.
Sua importância estratégica e institucional ganha peso quando se considera a capilaridade da estrutura que integra o Sistema CNT. São 29 federações, três sindicatos nacionais e 15 associações nacionais que representam 70 mil empresas de transporte e 1,9  milhão de caminhoneiros e taxistas.
 
 
 

Fundada em 1963, a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC)  é legítima representante do empresariado do setor de Transporte de Cargas Brasileiro.  Constituída por empresas de todo o Brasil, defende as posições da categoria por meio do relacionamento permanente com autoridades governamentais e com os mais diversos segmentos da sociedade. Oferece orientação técnica, política e institucional a um complexo sistema de representação consolidado no Conet - Conselho Nacional das Entidades do Transporte (formado por Federações, Sindicatos e Associações) e também, diretamente, às empresas associadas que têm à sua disposição uma extensa gama de serviços.